0.69

Doenças de A-Z

ROSÁCEA

By  | 

Uma mulher é uma inflamação da pele que se liga aos homens, é mais frequente entre os 30 e os 50 anos que se manifestam através dos focos de vermelhidão que podem se proteger de várias áreas do rosto (testa, bochechas, nariz e queixo). A vermelhidão deve ser feita ao mesmo tempo em que os capilares ficarão fechados à superfície da pele e como paredes capilares expandirem-se, o que leva a que fiquem muito e que tornem a pele avermelhada. Com o resultado pode aparecer inchaço e pústulas.

Fatores de risco

Embora seja uma das causas mais importantes, julgando-se capazes de encontrar vários fatores como uma hereditariedade, problemas respiratórios ou tabagismo, sabe-se que existem alguns fatores que podem tornar-se pessoas mais suscetíveis ao seu problema?

  • Ter entre 30 e 50 anos.
  • Ter pele clara, que é mais frágil e com menos mecanismos de defesa do que uma pele morena.
  • Ter anomalias vasculares que resultam num aumento dos vasos sanguíneos.
  • Exposição a ambientes quentes.
  • Exposição a ambientes frios e / ou com vento.
  • Mudanças bruscas de temperatura.
  • Consumo de bebidas muito ou muito frias.
  • Consumo de bebidas alcoólicas.
  • Ingestão de refeições muito condimentadas.
  • Alteração emocionais.
  • Toma de fármacos vasodilatadores (usados ​​para normalizar os valores da tensão arterial).

Tratamentos naturais para rosácea

Rosácea não tem cura, mas pode ter sintomas amenizados com a utilização de alguns tratamentos naturais .

Óleos de Coco – Tem ação antibacteriana e anti-inflamatória, reduz inflamações no intestino, fazendo com que ocorra uma menor ingestão de alimentos processados ​​que podem ativar rosácea. To be ingerido a pureza como no preparo das refeições e também pode ser aplicado na pele para a hidratação e alívio da vermelhidão.

Aloé Vera – Popularmente conhecida como babosa, tem ação regeneradora, cicatrizante e hidratante.

Água de Rosas – possui propriedades antissépticas. Para o suporte basta ligar as pétalas de 1 rosa em 1 litro de água, deixe esfriar e guarde no frigorífico para lavar o rosto sempre que o problema aparecer ou todos os dias logo pela manhã.

Óleo essencial de lavanda – possui propriedades antissépticas e anti-inflamatórias. Pode ser aplicado diretamente na pele, mas é necessário fazer um teste de toque para a verificação não se apresenta como uma reação alérgica.

Mel – possui propriedades antimicrobianas e anti-inflamatórias que ajudam a reduzir o efeito do poder de hidratação.

Salmão – Devido ao alto teor de ômega 3, tem sido semelhante ao óleo de coco, ajudando na redução da inflamação e sendo melhor absorvido pelo organismo. Pode ser uma ótima fonte de proteína em outras substâncias mais gordurosas que os mais importantes casos de rosácea.

Máscara de pepino – Bastante devido a sua capacidade de hidratação, requerendo para abrir os pratos e diminuir os vasos sanguíneos de tamanho, eliminando um vermelhidão.

Chá verde – Contém extratos anti-inflamatórios, antioxidantes e antioxidantes, além de produzir as proteínas e os ingredientes para o dia-a-dia, tornando-se um excelente aliado para o tratamento de pele.

Cúrcuma – Possui propriedades anti-inflamatórias, por isso deve ser incorporada à dieta como um todo, desde o preparo das refeições até sucos e saladas. O que não é indicado aplica-se na pele, uma vez que pode ser piorar o caso.

O dermatologista is o médico indicado para diagnosticar e indicar o melhor tratamento para esta doença.

 

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *