0.48

Doenças de A-Z

Menstruação

By  | 

Menstruação, também denominada período, é o corrimento fisiológico de sangue e tecido mucoso do revestimento interior do útero pela vagina. A grande maioria das mulheres menciona sentir alguns sintomas antes da menstruação. Entre os sinais e sintomas mais comuns estão o acne, mamas doridas, fadiga, irritabilidade, sensação de inchado e alterações de humor.
O intervalo de tempo comum entre o primeiro dia de um período e o primeiro dia do período seguinte é de 21 a 45 dias em mulheres jovens e de 21 a 31 dias em mulheres adultas, o que corresponde a uma média de 28 dias entre períodos. O corrimento tem geralmente a duração de dois a sete dias. O primeiro período denomina-se menarca e tem geralmente início entre os doze e os quinze anos de idade. Em alguns casos, pode ter início tão cedo como aos oito anos e mesmo assim ser considerado normal. A idade média do primeiro período é geralmente maior nos países desenvolvidos e menor nos países em vias de desenvolvimento. A menstruação termina após a menopausa, que geralmente ocorre entre os 45 e os 55 anos de idade.
O ciclo menstrual é causado por alterações hormonais. No início do ciclo menstrual, o revestimento do útero aumenta de espessura de modo a fornecer nutrientes para o óvulo que ainda está em crescimento num dos ovários. Por volta do 14ª dia do ciclo, o óvulo é libertado. Caso esse óvulo seja fecundado por um espermatozoide, tem início uma gravidez e o óvulo implanta-se na parede espessa do útero rica em nutrientes. Quando não ocorre fecundação, esse revestimento é libertado na forma de sangue menstrual e o ciclo tem novamente início.
Durante a gravidez os períodos são interrompidos e só se iniciam durante os primeiros meses de amamentação. Existem vários problemas de saúde relacionados com a menstruação. Amenorreia é uma condição em que não ocorrem períodos ao longo de mais de 90 dias ou quando com mais de 15 anos de idade ainda não apareceu o primeiro período. Entre outros problemas estão períodos acompanhados de dor e hemorragias anormais, como as hemorragias entre períodos ou hemorragias intensas.

Para reduzir o fluxo menstrual intenso

As sementes de coentro são capazes de diminuir o sangramento intenso menstrual.

O seu consumo sob a forma de chá diminui a inflamação do útero e ajuda a equilibrar a atividade dos hormônios femininos.

Ingredientes

  • ½ colher de sementes de coentro (5 g)
  • 1 xícara de água (250 ml)
  • 1 colher de mel (25 g)

Modo de fazer

  • Coloque as sementes de coentro em uma xícara de água fervida e deixe repousar.
  • Após 5 ou 10 minutos, coe a adoce com mel .

Modo de consumo

  • Beba o chá 2 ou 3 vezes ao dia, antes e durante o ciclo menstrual.

 

Controle dos períodos menstruais irregulares e intensos

A mistura de leite com mostarda é um remédio tradicional que facilita o controle das menstruações irregulares e intensas.

As propriedades diminuem a inflamação dos tecidos e impedem os distúrbios menstruais.

Ingredientes

  • 1 xícara de leite quente (250 ml)
  • ½ colher de chá de sementes de mostarda em pó (2 g)

Modo de preparo

  • Leve uma xícara de leite ao fogo e misture-a com as sementes de mostarda em pó.

Modo de consumo

  • Consuma uma manhã de manhã e de novo à noite, andes de se deitar.
  • Consuma durante o período menstrual.

 

Diminuição da inflamação, uma retenção de líquidos e a dor

Além do controlo da hemorragia , uma mistura de vinagre de maçã e mel diminui a inflamação, uma retenção de líquidos e a dor.

Ingredientes

  • 2 colheres de chá de vinagre de maçã (10 ml)
  • 1 colher de mel (25 g)
  • 1 xícara de água (250 ml)

Modo de preparo

  • Dilua uma colher de vinho de um copo de água morna.
  • Adoce uma bebida com mel.

Modo de consumo

  • Beba o chá antes de cada refeição principal durante o ciclo menstrual.

 

Caso esteja saindo de algum processo para controlar o fluxo menstrual intenso, é importante consultar o ginecologista antes de experimentar estes remédios, pois pode haver alguma contra-indicação.

 

 

tinta vermelha na água. fundo abstrato

 

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *