1.08

Remédios Caseiros

Tratamento Natural para Dor de Garganta Infantil

By  | 

A dor de garganta de uma criança é muitas vezes causada por um resfriado ou pelo vírus da gripe. A maioria das infecções virais não são tratadas com medicação e desaparecem naturalmente dentro de sete a 10 dias e felizmente o desconforto do seu bebê não tem que durar muito tempo. Com a ajuda de remédios caseiros pode ajudar ao alivio da dor de garganta infantil e tornar mais confortável o engolir.

Humidificar

Use um umidificador no quarto do seu bebê para tornar o ar mais úmido. O ar seco pode tornar difícil para os bebês engolir durante o sono. Adicione algumas gotas de óleos essenciais, como por exemplo eucalipto, sálvia ou tomilho; Vai ver que estes vapores vão ajudar a acalmar uma dor de garganta.

Esfriar a garganta

Dar ao seu bebé um paninho congelado, leite materno congelado, ou até um picolé alivia a dor de garganta. Cuidado, para evitar o perigo de asfixia, monitorize o bebê enquanto ele está chupando o pano ou picolé. Isto também vai ajudar a manter o bebê hidratado.

Hidrate do bebê

Ofereça leite materno o quanto o bebê quiser. Sugado da mama ou mesmo de um biberão, o leite irá manter a parte de trás da garganta umida, o que pode aliviar uma dor de garganta infantil. Se o bebê não quer beber líquidos mornos, experimente líquidos frescos para aliviar a dor. Atenção, não dê a crianças com menos de dois meses água adicional pois água demais pode levar à intoxicação oral por água.

Atenção
O mel é muitas vezes usado como um remédio caseiro para dor de garganta. Nunca use mel para crianças menores de um ano de idade – pode causar botulismo no trato intestinal de uma criança. Pelo outro lado, medicamentos frios também não são recomendados para crianças menores de dois anos de idade. As infecções virais são altamente contagiosas, por isso lave as mãos e as mãos do seu bebê, muitas vezes.

A Medicina Alternativa, como é o caso da utilização de Plantas Medicinais, Remédios Naturais, Curas Caseiras, entre outras terapias alternativas têm cada vez mais confirmado a sua segurança e eficácia...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *