1.32

Doenças de A-Z

Tensão – Dores de Cabeça

By  | 

Tensão_Dores de Cabeça

As dores de cabeça indicam geralmente um desequilíbrio no organismo. As que parecem localizar-se por detrás dos olhos são muitas vezes características de problemas digestivos. Quando são na parte frontal do rosto , ao longo dos malares, podem fazer parte duma sinusite. As dores de cabeça que começam na base da nuca e sobem gradualmente podo crânio estão frequentemente relacionadas com a tensão. Portanto, é essencial tratar a causa, o que pode implicar uma mudança dos hábitos alimentares ou aprender a descontrair.

As dores de cabeça de tensão principiam no fim de um longo dia ou quando o stress aumenta. Se possível, faça uma que a pausa na tarefa que tem entre mãos_ dê um passeio ou passe uns minutos a relaxar e beberique, vagarosamente, um chá calmante.

Chá de Rabo-de-Raposa:

  • Esta mistura relaxante é feita com rabo-de-raposa, uma das mais populares plantas medicinais na Idade Média. É um poderoso analgésico e calmante.
Ingredientes:
  • 30 g de rabo-de-raposa seco.
  • 10 g de camomila seca.
  • 10 g de solidéu.
  • Água.
Como Prepara o Chá:
  • Misturar as ervas e guardá-las num recipiente hermeticamente fechado.
  • Deitar 2 colheres de chá da mistura numa chávena de tisana ou num pequeno bule. Junte a água acabada de ferver e deixar abrir durante 5 _ 10 minutos. Passar pelo passador.
Tratamento:
  • Beber o chá ainda quente. Tomar uma chávena de hora em hora enquanto a dor de cabeça persistir.
Tratamento Suplementar:
  • Coloque na língua 2_3 gotas de tintura de rabo-de-raposa ou tintura de alfazema ou primeiro sinal de dor de cabeça. Repetir de 20_30 minutos enquanto os sintomas persistirem.
Atenção:
  • Consultar o médico em caso de dores de cabeça repetivas ou prolongadas, porque podem ser sintomas de hipertensão ou outros problemas.

A Medicina Alternativa, como é o caso da utilização de Plantas Medicinais, Remédios Naturais, Curas Caseiras, entre outras terapias alternativas têm cada vez mais confirmado a sua segurança e eficácia...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *