Planta antipirética e anti-inflamatória

Por  | 0 Comentários

Como sou apologista de encontrar alternativas naturais aos medicamentos de hoje em dia, estive recentemente à procura de um antipirético e anti-inflamatório natural para servir de alternativa ao celebre Beneron e/ou Brufen.

Em Portugal, há uma planta que cresce especialmente no Minho e em Trás-os-Montes, em locais húmidos, chamada Ulmária .

Filipendula-ulmaria

 

Pode atingir 1,5 de altura, de caule robusto, folhas grandes, aromáticas e compostas. Em Junho, Julho e Agosto, dá uma flor branco-amarelada de aroma doce e perfumado, muito semelhante à amêndoa. As raízes são fibrosas. Tanto as folhas como as flores são comestíveis.

É importante perceber que a ulmária tornou-se célebre em 1838, quando foi feito o isolamento do ácido salicílico nela contido, que mais tarde foi sintetizado como ácido acetil-salícilico, que constitui a base do que hoje conhecemos como aspirina.

Acido Salicilico

 

A presença de salicilato de metilo confere à planta propriedades antipiréticas, anti-inflamatórias, anti-reumática e anti-agregante plaquetária, os flavonóides e hetrósidos aumentam a actividade anti-inflamatória e diaforética.

Os taninos têm acção adtringente e podem recomendar-se em casos de diarreia, incluindo diarreia infantil pois a sua acção é bastante suave.

A presença de taninos e mucilagem ajuda a combater os efeitos adversos dos salicilatos isolados que podem causar irritações gástricas. Daí ser muito aconselhada para problemas de hiper-acidez do estômago e outros problemas
do aparelho digestivo como flatulência, problemas de fígado e úlceras gástricas, mau hálito, refluxo gástrico e ainda cistite.

É também muito eficaz para combater febres e gripes, pedra na bexiga, celulite, reumatismo, crónico, arterite, dores menstruais, dores de cabeça, edema, diurese e ureia.

Fica aqui também o excelente video que passou na RTP1 de Luis Alves a falar da planta.




A Medicina Alternativa, como é o caso da utilização de Plantas Medicinais, Remédios Naturais, Curas Caseiras, entre outras terapias alternativas têm cada vez mais confirmado a sua segurança e eficácia...

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *