Óleos Emulsionados

Por  | 0 Comentários

Óleos Emulsionados

Os ingredientes activos das plantas podem ser extraídos para um óleo, para uso externo em óleos de massagem, pomadas e unguentos. Os óleos emulsionados duram até um ano, quando guardados num local escuro e fresco, mas são mais potentes frescos, pelo que convém fazer pequenas quantidades de cada vez. Há duas técnicas para fazer estes óleos e o método a quente  é indicado para plantas folhudas como a consolda, o morrião, a urtiga e o alecrim.

  • Deitar o óleo e as ervas numa tigela de vidro dentro dum tacho com água a ferver em lume brando ou num recipiente próprio para banho-maria e manter durante cerca de 3 horas.
  • Coar a mistura por um pano fino ou seco dentro dum espremedor de uvas para um jarro ou apenas por um saco.
  • Deitar o óleo nos frascos, usando um funil, se necessário.

 Equipamento:

  • Tigela de vidro e caçarola, ou tacho duplo para banho-maria. Saco de musselina e espremedor de uvas. Jarro grande. Frascos de vidro escuro esterilizados que fechem hermeticamente. Funil.

Partes Usadas:

  • Aéreas e as folhas ( secas)

Quantidades Normais:

  • 250 g de ervas secas para 500 ml de óleo de girassol.

Conservação:

  • Guardar em frascos de vidro escuro esterilizados e que fechem hermeticamente, num local fresco e sem luz directa, até um ano.

Ervas adequadas:As plantas aromáticas utilizadas para fazer óleos emulsionados incluem:

  • Erva-moira para as dores artríticas.
  • Morrião para o eczema irritante.
  • Rapa-línguas ( erva-dos-gansos) para a psoríase.
  • Consolda para equimoses, entorses e osteoartrite.
  • Urtiga para erupções cutâneas e eczemas alérgicos.
  • Alecrim para dores.



A Medicina Alternativa, como é o caso da utilização de Plantas Medicinais, Remédios Naturais, Curas Caseiras, entre outras terapias alternativas têm cada vez mais confirmado a sua segurança e eficácia...

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *