Linho

Por  | 0 Comentários

Linho

Linum usitatissimum

SINÓNIMOS: Linho-comum

PARTES USADAS: Para fins medicinais empregam-se as sementes. O principal ingrediente activo é a  mucilagem em elevadas concentrações, ainda realçada pela presença de ácidos gordos. A semente de linho tem um elevado teor de fibras e é rica em ácido linoleico.

EFEITOS MEDICINAIS: A mucilagem produz uma camada protectora sobre as mucosas inflamadas. A fibra estimula os movimentos dos intestinos e o ácido linoleico parece ser uma ajuda contra o reumatismo.

APLICAÇÕES: O chá de sementes de linho há muito que é usado para gargarejos nos casos de estomatite, farinjite e gengivite. Também tem fama de ser um alívio para a tosse, rouquidão e gastrite. O linho cortado aos pedacinhos e consumido à colher ou misturado com os cereais do pequeno-almoço é usado como um eficaz laxante pois as suas sementes incham e a sua expansão no intestino grosso estimula os movimentos das vísceras e a excreção das fazes. O consumo regular de uma ou duas colheres de sopa de óleo de sementes de linho nas refeições frias tem fama de reduzir as inflamações das articulações nos doentes com reumatismo. Cataplasma com sementes de linho amaciam as úlceras e furúnculos, facilitam a cicatrização do eczema e diz-se que aliviam as dores de dentes se forem aplicadas na bochecha.

CHÁ: Deite 1 chávena de água fria sobre 1 a 2 colheres de sopa de sementes de linho – de preferência sementes acabadas de retalhar. Deixe que inchem durante 20 minutos, aqueça ligeiramente e coe. Utilize este chá para gargarejos ou para beber em pequenos goles.

RECEITA PARA PRISÃO DE VENTRE CRÓNICA: Misture 2 a 3 colheres de sopa de sementes de linho em todas as refeições – de preferência sementes inteiras que retalha na altura. Faça este tratamento durante três meses. Beba um copo de água a seguir.

CATAPLASMA: Encha uma gaze ou um saquinho de linho com 3 a 6 colheres de sopa de sementes de linho acabadas de retalhar. Deite por cima água quente e coloque a cataplasma sobre a zona afectada. Deixe ficar até arrefecer.

ÓLEO DE LINHO: O óleo de linho só dificilmente pode ser preparado em casa pelo que é preferível comprá-lo em pequenas quantidades, como óleo macerado, nas lojas de alimentos naturais. Devido ao seu elevado teor de ácido linoleico, o óleo de linho tem uma validade muito curta quando comparada com outros óleos alimentares. consuma com regularidade juntando 1 a 2 colheres de sopa aos pratos frios ou saladas.

NOTA IMPORTANTE: Não use se estiver a amamentar nem utilize em crianças com prisão de ventre, porque as sementes de linho têm vestígios de cianido de hidrogénio.




A Medicina Alternativa, como é o caso da utilização de Plantas Medicinais, Remédios Naturais, Curas Caseiras, entre outras terapias alternativas têm cada vez mais confirmado a sua segurança e eficácia...

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *